Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando as Máscaras Caem...

"Não devia ter-se mostrado fraca

Não devia ter-se mostrado humana

As pessoas não gostam dos fracos

As pessoas não gostam dos que não possuem magia

Não devia ter chorado e sim segurado as lágrimas

Não devia ter-se mostrado como realmente é

Ninguém gosta de pessoas que não tenham

pelo menos cinco máscaras guardadas no armário

Engula o choro menina ,tira esse nó da garganta

Não se mova ,respire fundo,olhe pra frente...

O que sobrou é muito ou nada ?

Sobra muito da vida e nada de mim mesma

Um dia , num dia qualquer quero levantar

e voltar a acreditar ,

Não nas pessoas ,nem q haja perfeição nelas

Nunca haverá...

Seria muito chato um monte

de gente perfeita fazendo coisas perfeitas

_Encare suas derrotas de frente!

Hoje prefiro pegar meu velho travesseiro

deitar -me a beira da janela e ver desenhos nas nuvens

Esquecer o desamor e toda a pena que sentem de mim

Serei a preenchedora de lacunas

nessa maldita sina de tapa-buracos".

 

Luciana Bruder
Enviado por Luciana Bruder em 09/10/2007
Reeditado em 03/01/2008
Código do texto: T686512

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Bruder
Maringá - Paraná - Brasil
212 textos (7101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:10)
Luciana Bruder