Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais uma ilusão

Mais uma ilusão

Lembra-se, quando você falou que me amava.
Eu acreditei!
Lembra-se, quando você abriu a porta da primavera para mim.
Eu acreditei!
Lembra-se, você disse que fui o primeiro a ver você nesse estado tão frágil.
Eu acreditei!

Lembra-se, dos nossos passeios.
E da jura eterna que você me fez,
eu acreditei!
Lembra-se, da carta que você mandou para mim,
com juras de amor.
Novamente eu acreditei!

Agora, vi que tudo isso era uma mentira sua
Fez chover no verão
Desbotou de vez um coração doente.
Você me deixou completamente fechado para o mundo.

Agora,
Não acredito no amor
Não acredito na primavera
Não acredito na felicidade
Não acredito em juras

Não acredito mais, em você!

Autor: (Almeida e Santos)
Almeida e santos
Enviado por Almeida e santos em 09/10/2007
Código do texto: T686911

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Almeida e santos
Belém - Pará - Brasil, 31 anos
52 textos (2043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 22:38)
Almeida e santos