Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Metamorfoses



Para aprender a viver
Eu me escondi de minhas vontades
Eu me despi de certas vaidades
Eu fiz até algumas maldades
Eu disse o que nem sonhava
Desapropriei terrenos na mente
Pra deixar que se instalassem outras correntes

Mudanças tão grandes
Que quase se perde o foco
Que rola um desencanto
Que empana a identidade
Que dá saudade da gente
Quando sé era de verdade

Pessoas são como línguas
As mesmas, porém mudadas.
Que há quem cobre purismo
Que há quem ache atrasada
Sou adepto do novo eu
Mas não me esqueço de nada
Edbar
Enviado por Edbar em 09/10/2007
Código do texto: T687086
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 66 anos
2956 textos (85554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 01:55)
Edbar