Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doi-me a cabeça

Doi-me a cabeça
Doi-me tanto a cabeça
Doi-me tanto a puta da cabeça
Doi-me tanto a puta da cabeça que parece que rebento

Rebento como bomba, granada, mina abandonada
Criança raptada e ninguém faz nada!
Floresta que cai e homem também
Gangs disparam de rajada
A vida malvada, é mal lavada, cheira mal e mete nojo.

Doi-me a cabeça
Nunca mais me param as dores de cabeça
O mundo anda mal
E a minha cabeça também
Quem ofende com palavras não está a ofender ninguém
Está antes a protestar contra o filho
O mundo que é puta
Porque se vende e não faz nada para sair de lá
Da zona intoxicada

Ainda me doi a cabeça....
Eng Teixeira
Enviado por Eng Teixeira em 08/11/2005
Código do texto: T68845
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eng Teixeira
Portugal, 41 anos
20 textos (586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:06)