Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diálogo com a escuridão

A escuridão do quarto
É igualzinha a mim por dentro
Vazia, gelada
Ausente de sentimento
Triste e louca num abismo eternal
Banhada em lágrimas profanas
de uma santa infernal!
Sou eu, olhos de sangue,
Ejaculando dor pelas paredes
(L)a fora
Em busca de satisfação: Agora!

“-Por que não há amor pra mim?
Hein, desgraçada escuridão?!
E por que tratar-me assim
Como a um cão?!”

“-Porque a vida é, enfim
Solidão
E só no fim verás a luz
Na escuridão”.

“-O que eu faço na vida então
Se é a morte
Alegria e solução?”

“-Aqui estás por tão pouco tempo,
que nem importa a indagação.
És, no meu manto, uma mera perturbação.
Feche os olhos
Brinque cega
Não penses mais no que passou!
Da razão, te renega
E seja comigo, aquilo que sou”.
Luna Steinherz
Enviado por Luna Steinherz em 10/10/2007
Código do texto: T689047

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luna Steinherz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
424 textos (23971 leituras)
3 e-livros (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:20)
Luna Steinherz