Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paradoxo Humano.

Sinto que estou perto do fim
Assim, sinto meu ego se esvaecer
Como sangue de suíno morto.
Sinto o perfume da terra da qual
Vou fenecer e transcender.

Assim vou com meus pensamentos
Atônitos sem saber para onde ir
A chuva me condena sem ter pena
Não leva meus estorvos, mas me
Mancha de inerentes razões.

Sou eu paradoxo do universo em
Constante devir. Sou um exímio
Criador do iminente desejo de
Poder.Sou podre feito leito de defunto
Defectível.

Leonardo Alô.
Leonardo Alô
Enviado por Leonardo Alô em 11/10/2007
Código do texto: T689695
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Alô
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 27 anos
26 textos (1340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:22)
Leonardo Alô