Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENHOR DA LUZ



     
SENHOR DA LUZ
 
SOB O GRAMADO  VERDEJANTE DO TEMPO
DEITAM-SE  OS TEUS FILHOS ESQUECIDOS
NO SERENO DA NOITE E NO VENTO
ADORMECE AO RELENTO E SEM VIDA.
 
ROSTOS DESFIGURADOS PELA DOR
EMBRIAGA-SE PARA CALAR A ALMA
DESCUIDADOS, MATRAPILHOS E SEM LAR
DESCONHECE A PALAVRA FELICIDADE.
 
NOITES FRIAS, MADRUGADAS GAROANTES
ORVALHADAS NOS VERDES GRAMADOS
COBERTOS DE JORNAIS DORMEM AO VENTO.
 
 
O SOL DESPONTA NAS FOLHAS DAS PALMEIRAS
O TEMPO NEM EXISTE PARA ESTES SERES
INQUILINOS DA VIDA E SEM BANDEIRAS.
luizpoetista
Enviado por luizpoetista em 11/10/2007
Código do texto: T689790
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luizpoetista
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1414 textos (105267 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 01:21)
luizpoetista