Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acordei

Vou a cor dar no céu, e ele será azul cor de anil,
Abri meus olhos, e aquela nuvem negra sumiu.
Vou a cor dar no mar, e ele será de um verde infinito,
Abri meus olhos, e o horizonte era mais bonito.
Vou a cor dar na lua, e ela será cor de prata,
Abri meus olhos, e a noite já não era tão ingrata.
Vou a cor dar no arco-íris, e ele será de várias cores,
Abri meus olhos, e já não senti tantas dores.
Vou a cor dar na terra, e ela será vermelha,
Abri meus olhos, e a chuva era verdadeira.
A cor dei no gelo, e ele era alvo,
Abri meus olhos, e quem era mesmo o alvo?
A cor dei no ar, e ele era de cor nenhuma,
Abri meus olhos, e vi somente uma bruma.
A cor dei no asfalto, e ele era cinzento,
Abri meus olhos, e a floresta que vi era de cimento.
A cor dei na realidade, e ela tinha a cor da vida,
Abri meus olhos, e vi uma gente sofrida.
A cor dei no dinheiro, e ele tinha cor de avareza,
Abri meus olhos, e só pude ver tristeza.
A cor dei no velho, e ele tinha cor de ingratidão,
Abri meus olhos, e vi sua desilusão.
A cor dei no futuro, e ele tinha cor de esperança,
Abri meus olhos, e vi uma criança.
Black Panther
Enviado por Black Panther em 11/10/2007
Código do texto: T689968

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (<a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/"><img alt="Creative Commons License" style="border-width:0" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/2.5/br/88x31.png&quo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Black Panther
Londrina - Paraná - Brasil, 37 anos
10 textos (219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:50)
Black Panther