Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homem

Homem,
em cujas mãos, me admito,
em cujo peito, reflito,
nas horas de indecisão.

É corpo que me domina,
é alma que me sustenta,
é força que me arrebenta,
em fogo, vício e paixão...

Homem,
em cujas pernas, repouso.
Em cujos olhos, descanso,
na Luz da Anunciação...

Teu gosto, faz-se chegada,
resposta enfim declarada,
as minhas mãos salientes,
nas portas da rendição...

Homem,
em teu desejo, me aceito.
pois teu fascínio perfeito,
traduz, minha confissão.

E o jeito sempre menino,
conduz teu corpo faminto,
ao meu querer de Infinito,
em noite de perdição...
Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 08/11/2005
Código do texto: T69006
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:38)
Day Moraes