Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu nasci para ser um campeão

O que eu sei fazer com a viola
é o que com o pé o craque faz
Sei fintar e chutar até demais
como se meu baião fosse a bola
E você nesse jogo só se embola
e não entra na minha escalação
Você joga a segunda divisão
e por isso não tenho concorrente
Nesse time de craque do repente
eu nasci para ser um campeão

Você diz que na arte é o tal
tanto faz se é repente ou futebol
Mas não vejo você no meu escol
porque sei que é um perna-de-pau
Quando é escalado joga mal
pois é fraca a sua atuação
Vou mostrar que nessa competição
é no campo do estro que eu piso
Nesse time de craque do improviso
eu nasci para ser um campeão

Me comparo a um time vencedor
que faz tudo pra levantar a taça
Mostra no campeonato a sua raça
e a destreza de cada jogador
Sempre deixa contente o torcedor
Sempre é favorito ou sensação
Quando vence a grande decisão
não tem outra equipe excelente
Nesse time de craque do repente
eu nasci para ser um campeão

O teu jogo é só fazer firula
para ver se engana a torcida
Tua manha durante a partida
é a jogada faltosa que simula
Você é um reserva de gandula
que envergonha a minha seleção
Teu lugar é atrás do travessão
pois no campo maltrata uma bola
Nesse time de craque da viola
eu nasci para ser um campeão

No escrete maior do improviso
pra você não existe uma vaga
nem de ala, de meia ou na zaga
que o time teria prejuízo
O teu chute é muito impreciso
sem efeito e nenhuma direção
Quando pega na bola é só chutão
Nem comparo com minha pontaria
Nesse time da boa cantoria
eu nasci para ser um campeão

Eu nasci para ser o titular
que no time da arte hoje sou
Cada verso que faço é um gol
que faz minha torcida levantar
Eu não posso a você me comparar
onde sou artilheiro e capitão
Tenho muitos troféus na coleção
e nenhum com ajuda de cartola
Nesse time de craque da viola
eu nasci para ser um campeão

Você é um boleiro muito lento
Que arrasta no campo a pelota
Dessa vez com o pano da derrota
Vou fazer pra você um fardamento
Quando eu estou no aquecimento
Você já está na prorrogação
Já acabou todo ar no seu pulmão
E a redonda no campo ainda rola
Nesse time de craque da viola
eu nasci para ser um campeão

Só quem pode criar jogadas belas
é Geraldo Amâncio no meu time
Valdir Teles um jogador sublime
e o craque Oliveira de Panelas
Os Nonatos fazendo as tabelas
Ivanildo em qualquer posição
Ismael, Daudeth e Sebastião
Moacir e João na artilharia
Nesse time da boa cantoria
eu nasci para ser um campeão

Minha arte em repente se compara
ao talento dos grandes jogadores
que no campo mostraram seus valores
com jogadas de uma beleza rara
Eu sou um Dinamite que dispara
com esquerda ou direita um canhão
Sou Garrincha driblando um "João"
Maradona em ingleses dando olé
Nesse time que brilha o rei Pelé
eu nasci para ser um campeão

Se você quiser ser comerciante
ou entrar na carreira militar
Se você uma nave pilotar
ou no circo domar um elefante
Se for do jornalismo aspirante
Candidato em alguma eleição
Pra você descobrir a vocação
é melhor já sair da minha frente
Nesse time de craque do repente
eu nasci para ser um campeão

Carlos Alê
Enviado por Carlos Alê em 09/11/2005
Reeditado em 08/07/2014
Código do texto: T69121
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Alê
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
96 textos (9992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:44)
Carlos Alê