Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha alma está vazia


Meus ouvidos não mais ouvem,
Foram tantas promessas vis
Que resolvi ensurdece-los.

Minha boca não mais fala
Foram tantos discursos vãos
Que resolvi emudece-la

Minhas pernas não mais andam
Foram tantos caminhos errados
Que resolvi paraliza-las

Meu coração não mais sente
Foram tantas desilusões
Que resolvi petrifica-lo

Minha mente não mais pensa
Foram tantas as censuras
Que resolvi esvazia-la

Minha alma está vazia

Danubia Bernardo Caratinga
Enviado por Danubia Bernardo Caratinga em 12/10/2007
Código do texto: T691321

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Danúbia Bernardo Psicologia-Caratinga MG). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Danubia Bernardo Caratinga
Caratinga - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
12 textos (480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:47)
Danubia Bernardo Caratinga