Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ultima primavera





Depois de muito tempo passando aqui, notei que estava cego e perdido muito das belezas que a vida nos oferece a ver e sentir no dia a dia.
O amarelo lindo das flores  chama à atenção, porem  somente hoje abri os olhos para enxergar  esta linda arvore que há anos foi plantada e esta sempre florescendo.
Meu deus, de tudo que me foi oferecido, pouco eu soube aproveitar  envolvido com a ganância de dias  melhores, maravilhas dos dias passaram por mim; simplesmente num olhar de lado percebi o quanto havia ficado pra trás o mais triste é saber que as flores murcharam e caíram sem que eu as admirasse.  Mas como tudo o que nasce nada é em vão elas alegraram outros olhos talvez com mais sensibilidade, e outro como os meus esperam-se enfraquecerem, as pernas perderem a agilidade as mãos  o tato e o nariz o alfa to.
Assim pensando que a vida não teria mais sentido, vi que como você tudo se renova e de tudo que fiz e não foi visto por um pode ter sido visto por outros.
Preciso aprender deixar minha ganância de querer o melhor  e simplesmente viver aproveitando esta que pode ser nossa ultima primavera.






A.C.S      07/09/2007
ASolrac
Enviado por ASolrac em 12/10/2007
Código do texto: T691949
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ASolrac
Osasco - São Paulo - Brasil
20 textos (499 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 23:45)
ASolrac