Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crenças


Todas as pragas vieram antes
Namorados ciumentos
Incertezas bem fixadas
Borboletas coloridas que não fazem O Caos

Eu sou corrupto por mim mesmo
Canções que não me fazem mais alegre
Eu tenho sonhos em minha mente
Sonhos que minhas mãos não podem tocar
Eles vão do mais alto dos céus até minha mente subordinada
Eu tenho uma memória quase-curta

Eu procuro no mapa o Grande Templo e não o acho
- esse 2012 que não vem mais!-

Meu Graal está perdido
Eu tenho letras e palavras
Os Santos já não mais me escutam
Eu caminho e não olho para trás
Você me confidencia e eu morro em todo esse passado

Minha língua está perdida
Eu abro cartas e nada leio
Tenho medo de mim mesmo
Nessa doce galáxia de materialismos...

...eu me vejo de terno
Eu me vejo de estola
Eu me vejo de cachecol em um falso dia quente na Escócia
Eu escalo catedrais negras e góticas
Eu me vejo tão estúpido e fora de DEUS

Eu preciso exorcizar minha alma
Eu preciso refazer minha mente
Eu preciso amar mais quem me estende a mão

Eu preciso comer mais
Comer do que é bom
Eu preciso selecionar
Eu preciso me adorar menos
Eu preciso renascer com o Vermelho Sol de todos os dias...

...Amém, Amém, Amém...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 13/10/2007
Código do texto: T692431
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1187 textos (71579 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:45)
Rônaldy Lemos