Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSARINHU

Um belu dia, um piquenu sabiá
Oiava a vida di longi
Cansadu di vivê sozinhu
Num quiria mais avuá

O tempu passô
Ele, já cansadu di tantu sonhá
Batenu as asa pra lá e pra cá
Adesistiu di procurá

O que quiria, na verdadi o passarinhu
Sua fêma encontrá era o sonhu qui ele tinha
Mas nada aconticia e ele si adesistiu
Intão o pobri passarinhu arresorveu vivê sozinhu

Já cansadu aproveitô a casa du Juão di Barru
Que tava abandonada e nela foi morá
Toda arrumada, du seu jeitu reformô
Cum isperança sua casa, ele toda infeitô

Num belu dia, beim di manhãzinha
Foi matá a sedi e a fomi, lavanu sua tristeza
Quanu vortô, pra sua casinha
Lá dentru um baruiu dus mais lindu
Que carsô muita surpresa

O sabiá triste, imaginô perdê sua casa
Será que arguem achô
Ela tá abandonada?
Num podi sê!
Só tenhu ela e mais nada!

Precupado foi entranu de vagá
Nu otro cantu assustada
Uma linda sabiá
O oiava incantada

O sabiá, nunca mais veio me visitá
Num sei comu a vida deli istá
Mais ocê, que tem um coração
Por que num continua a contá?
Cumpadre Caipirinha
Enviado por Cumpadre Caipirinha em 13/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T692473
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cumpadre Caipirinha
Brasília - Distrito Federal - Brasil
118 textos (10854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:16)
Cumpadre Caipirinha