Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio

“Estive conversando com a morte.
Agora ao lembrar-me disso
Encho-me de um imenso pavor!
Ela sussurrava ao meu ouvido
Como se brincasse comigo,
Estranhas propostas de amor!

Dizia que iria levar-me
Para conhecer outras terras
Onde eu voaria como o vento,
Terra que nunca se cansa
Viveria numa eterna dança
Dum compasso calmo, lento

Não cedi a tal desatino,
Pois tive uma visão pavorosa
Viajava por terras áridas
Sedentas de luz e compaixão,
Corpos caídos pelo chão,
Com faces tristemente pálidas.

Um grito de dor me arrancou
De tal pesadelo insano.
Cheguei a tempo de ver,
Idéias outrora sãs, agora mórbidas.
Os olhos saltarem das órbitas,
O sangue do meu pescoço escorrer.”

Simone Magalhães
Enviado por Simone Magalhães em 13/10/2007
Reeditado em 13/10/2007
Código do texto: T692716

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Simone Magalhães
Sumaré - São Paulo - Brasil, 29 anos
3 textos (118 leituras)
1 áudios (89 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:36)
Simone Magalhães