Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crescer

Confusão....
Às vezes me pergunto, por que tive que crescer.???
Nem sempre as pessoas aceitam atitudes infantis de adultos. Não digo irresponsabilidade, mas felicidade!
Eu gosto de rir, de olhar as estrelas, de ser sensível!!!
Olho para meus filhos, e me vejo ali... lembro dos sonhos, das ilusões dos desejos (que ainda continuam aqui).
Sei que tenho responsabilidades (as quais eu sinceramente gostaria de não ter), mas coloco os pés no chão e levo as coisas a sério. Afinal , viver nesse mundo, mesmo que modestamente custa... e como custa!
Vivo em um mundo, que não é o que eu gostaria, mas  tenho minha missão aqui: vim para aprender, para ensinar, para ser feliz e para fazer as pessoas felizes (o que,infelizmente nem sempre me permitem)...
Digam-me que culpa tenho eu de gostar de pipoca,de algodão doce,de rir alto, de poesias, de desenho,de dançar, de correr na chuva, de ficar sem fazer nada (como uma boa adolescente), de mexer na terra, de me sujar de barro, de muito beijo, de carinho....e além de tudo isto muito mais...
E ainda assim, consigo ler bons livros, tenho conhecimentos necessários ao trabalho que realizo,tenho minhas próprias idéias, reflexões, sou séria quando é preciso, sou esposa, mãe, mulher, profissional!
Quando junto as duas pessoas diferentes, me sinto deslocada, esquisita, confusa, como se eu estivesse fazendo algo de anormal, de louco...
Porque crescer nos tira a felicidade ingênua. Nos torna sérios... pessoas que só pensam em problemas e em números, como diria o “Pequeno Príncipe”.
Crescer  nos tira a noção de que a direção é uma só.
O adulto e a criança tem que andar juntos, pois afinal são um só.
A criança que fui está aqui ainda,dentro desta adulta, às vezes irritada, nervosa mas uma eterna criança.
Sem esta mistura a vida não tem graça...
E a vida já é suficientemente confusa, complicada para que deixemos a felicidade passar por nossos dedos.
Que possamos ver o mundo com os olhos de uma criança, para que a cada amanhecer possamos sonhar com a felicidade!
Cláudia Marques
Enviado por Cláudia Marques em 14/10/2007
Código do texto: T694304

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Marques
Cruzeiro - São Paulo - Brasil, 43 anos
235 textos (157065 leituras)
2 e-livros (108 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:21)
Cláudia Marques