Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

........

A eternidade sentada no teu sorriso, não me assusta, e a vontade presa às nossas almas, não me cansa.
Saberei pois permanecer nas tuas margens, como se fosses meu rio, desde que me prometas que as tuas ondas saberão sempre beijar-me devagarinho, como quem tem medo de me assustar.
Saberei sempre admirar-te as marés desde que as tuas correntes me falem sempre baixinho, como garantia de que nunca perderei o pé de meus sonhos.
E mergulharei em ti apenas quando já não houver mar, e o teu leito não tiver mais onde acabar, pois assim saberei que é chegado o momento do teu curso me agarrar e permanecer em mim.
MIRAH
Enviado por MIRAH em 14/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T694361
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MIRAH
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
1135 textos (60265 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 07:45)
MIRAH