Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS TRISTES


 
          Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]
 
 
A tristeza de um olhar, é como uma súplica de carinho.
É como se as estrelas do firmamento de afastassem
É como a falta do cantar alegre de um feliz  passarinho
É como se as ondas do mar, seu marulhar, emudecessem
 
A tristeza de um olhar, é como a flor esmagada, sem perfume
É como o amor que foi perdido, por causa de tanto ciúme
É o sol sem o brilho, sem encanto, e sem o seu eterno calor
É o mundo escuro e vazio, se fosse criado por Deus sem amor
 
A tristeza de um olhar, é com o se na vida não existissem  amigo
É como se o Universo, fosse apenas a vida sem ter a mão de Deus
É como se faltasse aos seres humanos a caridade, e para  criança o abrigo
É o mesmo que um jardim sem flor, é a falta, de eu ter os sorrisos teus
 
A tristeza de um olhar, é enfim a ausência tua, ao meu lado, o teu cantar
Tua paz, seus cabelos, tua luz, tua meiguice,  tua poesia, teu calor, teu coração
É sentir a falta de teu carinho, de poder segurar sua mão, a falta de te amar....
Meus olhos quantos estas comigo, são felizes, e mostram a minha paixão...
 
 
 
   
 

 
Principe dos poemas e do amor
Enviado por Principe dos poemas e do amor em 15/10/2007
Código do texto: T694706
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Principe dos poemas e do amor
Aquidauana - Mato Grosso do Sul - Brasil
873 textos (106746 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:01)
Principe dos poemas e do amor