Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Mate em Paz" = Poesia Sem Qualquer Poesia=

Se a gente parar para com calma pensar
Chega à conclusão de que é um mistério:
Como é que pode uma pessoa assassinar
E o seu crime não ser levado tão a sério?

“Não ficará preso; não houve o flagrante”
Essa é a explicação que mais vezes nos dão
Será necessário combinar com o meliante
Para que haja o tal flagrante e sua prisão?

“Por favor, senhor ladrão, senhor assassino
Não fuja logo depois de seu crime cometer
O senhor delegado, homem justo e de tino
Dessa forma, assim, não o poderá prender”

“Será levado em conta tudo que é atenuante
O senhor, em seu desatino, só tirou uma vida
Sem valor material, portanto desimportante
A situação em uma semana estará resolvida”

“Não fique aborrecido, ou mesmo preocupado
Isso pode acontecer a qualquer um, até a mim
“Coitado...Não teve culpa...Só estava drogado
Contrate um bom advogado e o papo terá fim”

“O senhor reside em bom endereço conhecido
É primário, tem bons antecedentes, trabalha
Matou três porque estava mesmo aborrecido
E às vezes a maldita da bebida nos atrapalha”

“Vá com Deus, desculpe o incômodo, assassino
Que a felicidade seja sua eterna companheira
Aquela pobre mãe que chora a perda do menino
Um dia notará que chora apenas por besteira”

“Não leve em conta essa gente que se revolta
Por ver a Polícia cumprir o seu papel prendendo
Detendo, e já sabendo que a Justiça logo solta
Pra continuar matando, roubando, corrompendo”

Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 15/10/2007
Código do texto: T695600

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (192115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/17 13:13)
Fernando Brandi