Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM BLUES SOMENTE

  1 visitas



UM BLUES SOMENTE

Aprisionada em minha própria mente
Quatro paredes cinzentas, frias
Salão dos pensamentos ausentes
Já fui teu girassol um dia.

Cárcere de tristeza e solidão
Onde o carrasco sou eu
Condenou-me esta paixão
E neste quarto onde foste tão meu

Acompanha-me um acorde,
Um blues somente, sem retoques
Chora a guitarra em consolação
Tentando alegrar meu coração

Tuas lembranças me inebriam
Não quero ver o raiar do dia
Bêbada, as fantasias alucinam
Com a luz tu foges e a cama fica vazia.
Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 16/10/2007
Código do texto: T696204
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17509 leituras)
7 áudios (413 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:05)
Tânia Mara Camargo