Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO A NOITE CAI...!!!

 
 
 
   Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]
 
Quando, enfim, cai a noite
O manto negro da tristeza
Nos atinge, como  açoite
E  afasta do dia a sua beleza
 
No céu, aos poucos, o luar
Começa a aparecer, como flor,
Que desabrocha para encantar
Incentivando, todos ao amor
 
Feliz, quem nesta hora, tem alguém
Para poder trocar suas juras de amor
Ao poeta, na solidão, sem ninguém
Cabe apenas, derramar lágrimas de dor
 
Tem ele, como companhia, as estrelas
O cantar irritante de um grilo, coitado
Que chama sua amada para o seu lado
Deixa mais triste, o poeta e as flores belas
 
Flores, que no amanhã, enfeitara o poeta
Quando de saudade, ele vier então a morrer
Pois um dia, sua jornada estará completa
E em outro mundo distante, ele ira viver
 
Já, a noite caminha, agora, para o seu final
O poeta, reza para a proteção de sua amada
E com este pensamento, ele adormece afinal
E sonha com um novo dia, uma nova estrada
 
O orvalho, anuncia que a madrugada chegou
A lua no horizonte se põe... sua jornada acabou
Logo o sol, começara, no outro lado despontar
E os pássaros começarão, o seu despertar
 
Com seu canto,farão então o poeta acordar
E ele  novamente, voltara a compor, a sonhar
Terá, sua esperança renovada, e sentira temor
De que também neste dia, ele não terá o sonhado amor.....
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
Principe dos poemas e do amor
Enviado por Principe dos poemas e do amor em 17/10/2007
Código do texto: T697684
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Principe dos poemas e do amor
Aquidauana - Mato Grosso do Sul - Brasil
876 textos (106964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 12:28)
Principe dos poemas e do amor