Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escrever é amar e amar é reviver (lamentação) - I

Escrever, escrever... é maior do que amar,
é amando que se escreve as cousas desta vida
e que escrevendo, ver a alma já tão sofrida
a cantar docilmente as ternuras ao mar.

Esse coração que d’antes era amarguras,
dores, tormentos e tantas mais desgraça’
nesse meu coração... é papel que se amassa
na gaveta esquecida em não verdades duras.

Amar, amar e amar... sem poemas é morte
e a poesia sem amor, são só palavras,
frases abaixo de outras. São os versos quem ‘lavras’
minh’alma com Amor, o sentimento forte...

Três turvos anos fui massacrado, e somente
andava a esperar a morte do céu sutil,
e que derramaria a solução a mil
para com todos os meus pecados freqüentes.

Infelizmente o Céu piedoso e atento,
enfim, presenteou-me em sua aurora,
invadindo-me com delicadeza, a Hora
que pensei em desistir num descontentamento.

As desgraças já não me perseguem como antes,
tudo nessa vida é mutatório, a Paz
não é mais a frase de alta ajuda (o que é fugaz),
mas torna-se a canção destes jovens amantes.

Pelo amor da Melzinha em nossa Paixão
eu ressuscitei dentre os mortos pela Dor.
Morto com o Punhal rubro de Hiaygni, por
causa de um só pecado, amar quem ama o Chão.

Hoje vivo um poema, a canção. Sou Feliz!
Cabelos longos curvam-se aos seios morenos,
mais abaixo encontro-os, os pelos pubianos
da verdade escondida, às margens infantis...

Foi quando esqueci que a vida não para, não!
A realidade é ainda fria e temerosa,
 pelas Palavras e pelo Amor, majestosa
é fervente a esperança, as palavras... Clarão!

(...)
Machado Gomes
Enviado por Machado Gomes em 18/10/2007
Código do texto: T699851

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Machado Gomes
Parnaíba - Piauí - Brasil, 30 anos
12 textos (26973 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:36)
Machado Gomes