Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

 

 

Solidão 
Setenta e duas horas no ar

Coração já sem razão

Entregue ao vazio

Os sonhos se foram

Junto com as ilusões

 

 

Não há a quem chamar

Nem nenhuma lágrima

Tenho mais para rolar

 

 

Solidão

Nada supre

Não há música que acalante

Poesia que me encante

 

 

O tempo escorre 
Pela porta da frente

Do meu coração

E vai fugindo com ele

Todas as minhas emoções

 

 

 

Glorinha Gaivota
Enviado por Glorinha Gaivota em 18/10/2007
Reeditado em 18/10/2007
Código do texto: T699985
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glorinha Gaivota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
876 textos (38036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 16:59)
Glorinha Gaivota