Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PESADELO

Pesadelo

O vento sibilava oraçoes
que se misturavam no ar.
Relampagos cortavam o céu
no ventre da escuridão.
Noite tenebrosa.

Ninguém me ouve
e eu ouço tudo.
Nada me parece certo
quando me sinto todo errado.


A música é um lamento
paro para ouvir.

É chegada a hora do amor
quando todas as almas
cantarem em um só coral
a grandeza de cada momento.
Comtemplo a escuridão.

O sol adentra a minha janela
que bom acordar.
Aledir Bristot
Enviado por Aledir Bristot em 19/10/2007
Reeditado em 17/08/2008
Código do texto: T700672

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aledir Bristot
Passo de Torres - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
20 textos (1287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:39)
Aledir Bristot