Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HÁ NA VIDA OUTRA RAZÃO

Há na vida outra razão
Mais partilha de valor
Se existir no coração
Uma dádiva de amor!

          I                                                          III

Se a paz for a rainha                          O sonho habita comigo
Do mundo em que vivemos                    Desde o dia em que nasci
Por certo dela faremos                         Que fique bem expresso aqui
A nossa fada madrinha.                        Que me dá dó um mendigo.
Será uma boa mezinha                         Pois sem ter um ombro amigo
Que levareiu no bastão                        Um lar ou naco de pão
E com todo esse condão                      Apenas com a solidão
Tem mais cor a existência                    Para sua companhia
Dizendo-se com consciência                 Espera a nossa cortesia
Há na vida outra razão.                       Se existir no coração.


          II                                                      IV

Os amigos e a famíla                           Ajudar gente que é pobre
Mais justiça e igualdade                       Nunca fez mal a ninguém
E uma nova sociedade                         Quando se pratica o bem
Sem ter rastos de quezília.                   Diz-se que é um gesto nobre.
Vamos andar de vigília                         Havendo aquele que encobre
Perder todo esse temor                       A mentira com pudor
Lutar pra nosso favor                          Torna-se então infractor
Mudar o rumo ao país                          De uma acção humanitária
Achar nova directriz                           Sabendo ser necessária
Mais partilha de valor.                         Uma dádiva de amor!
O Poeta Alentejano
Enviado por O Poeta Alentejano em 19/10/2007
Código do texto: T701346
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Poeta Alentejano
Portugal, 50 anos
855 textos (13802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:25)
O Poeta Alentejano