Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Viver Devagar

Me pego a tragar e admirar,
Descontente com um algo que se faz maior,

Como em dia de tempestade,
Baixa visibilidade,

Mostra-se para a massa,
Como uma regra,
Um padrão a ser seguido...

Padrão que não beneficia,
Que não salva,
Que nem ao menos vive;
Um padrão que destrói constantemente

Um alívio vem,
Quando sei do meu sentimento descontente

Pois sei que tem,
Os que não admiram
E os que admiram contentes

O aceitar por não saber,
Faz do mundo ingênuo
Isso é puro

Mas a doença há,
No fato de saber
e simplesmente ignorar.

Quase me atinge...
A pressa diária dos ignorantes,

De maneira que volto a tragar,
Admirar,
Inspirar e Expirar,
Arte se faz

Enquanto os outros,
Aqueles outros,
Se esquecem que estão vivos.
Fabio Eugenio
Enviado por Fabio Eugenio em 20/10/2007
Código do texto: T702426

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Eugenio
Santo André - São Paulo - Brasil, 29 anos
60 textos (1467 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:10)
Fabio Eugenio