Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O EXORCISTA

Sai,
coisa feia,  coisa ruim.
Sai.
Vá embora de mim,
desaloja,
desembesta,
acabou a festa.

Sai
desse corpo que não te pertence.

Sai.

Eu te ordeno:
em
nome
do Pai,
do Filho
e
do
Espírito Santo
amém.

Tu só me trazes maus pensamentos,
fragiliza meu coração,
não te quero mais em mim.

Vem
meu Deus,
senhor do universo,
criador de todas as coisas,
liberta minha alma pra luz.
Expurga esse demônio que habita em meu corpo
e o despacha:

para os quintos dos infernos,
para arder no fogo eterno,
para todo o sempre!

Vai,
anjo do mal.
Não vais deixar saudades.
Vai,
lúcifer,
filho das trevas.

Vai.

Toma o teu rumo, maldito.
E
não
retorne
nunca
mais.
                                                                                                               

                                                        Revisão: Vera Sarres
                                            (verasarres.revisão@yahoo.com.br)
joão joão
Enviado por joão joão em 21/10/2007
Reeditado em 29/01/2008
Código do texto: T703642

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
joão joão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
281 textos (16531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:03)
joão joão