Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Veja Bem

Veja bem...
Sei que tudo que faço está errado
Chego tarde e logo cedo parto
E todas as noites quando me deito, sou o único culpado
Por me viciar nessas drogas, manter meu rosto cerrado
Quando me ver...
Terei outros em mim
Outros eus, talvez nunca seus
Pouco do início, muito do meio, a dúvida do fim
Quando vir a mim...
Esteja com a chave, estarei cansado
E com meu corpo quase contaminado
Minha alma quase inocentada
Minha consciência quase perdida
Quando virá???
A explosão inicial
Que me ancora e traz sentido
Que da briga traz abrigo
E da mão um afago
Quando terei???
O repouso de um sorrido amigo
Um corpo ao meu unido
Que nunca me deixe de lado
A esperança nos olhos inimigos
O novo lado a lado ao antigo
Do mundo um sincero abraço
João Paulo Brubacher
Enviado por João Paulo Brubacher em 21/10/2007
Reeditado em 21/10/2007
Código do texto: T703815

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Paulo Brubacher
Esteio - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
33 textos (1099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:17)
João Paulo Brubacher