Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EMBOTAMENTO

Como se pode criar
Por detrás de uma escrivaninha de escritório?
Sons incessantes de teclas,
Sinfonia de máquinas de escrever regidas por impecáveis secretárias
Sem passado,
Sem sonhos,
Enclausuradas entre quatro paredes
Dominas por executivos
Humanóides a serviço da Nação.

Trim! Trim! De diversos telefones
Ao mesmo tempo tocados, nunca atendidos
Completando a sinfonia da angústia,
Disputa
Sobrevivência
Regência de parentes
Clientes
Patrões
Preocupados com os rumos do Brasil!
Ar denso,
Suspiros e aspirações
Erros repreendidos e acertos esquecidos
Para o tempo,
Multiplicar as horas.
Fumaça de cigarros
As marcas as mais diversas
Do sem filtro do contínuo ao importado do presidente.

Que tal uma pastilha de hortelã?

Fila do elevador,
Vozes, revozes
Fome
Briga por um lugar no restaurante
Gente
Sempre muita gente
Comida ruim preços altos
Pressa
Relógio de ponto
Hora de almoço.
Final do dia
Entardecer.
Melancolia,
Desperdício
Vida
Sangue mais grosso
Pressão alta
Solidão.

Diante de mim a folha de papel
Branca
Virgem
Sem um risco sequer
Vazia

Mais um dia sem que nasça o poeta!
Anália Maia
Enviado por Anália Maia em 12/11/2005
Código do texto: T70444
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anália Maia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
12 textos (660 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:04)
Anália Maia