Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE VOLTA À VIDA

De manhã, logo cedinho
Acordo e ouço os pássaros
A cantarem, tentando me alegrar
Não é um, nem dois, é um coral
É um bando a festejar,
Anunciando a vida, a beleza
Que não quero enxergar
E, ainda assim, eu digo
É cedo e volto a me deitar
Quero me deleitar um pouco mais
Pois a sinfonia vai sair em revoada
E aos pouquinhos vão calando
Enquanto continuo a pensar....
De repente um clique !
São meus circuitos avisando
Que a vida não pode parar..
Me decido, levanto depressa
Não posso mais esperar!
Decido então fazer planos,
Preciso voltar a pintar
E encher de cores a vida
Musicá-la e dar a ela sentimentos
E sinto meu coração bater forte
É o amor voltando, fortalecendo a vida.
Me reencontrei é o amor em mim novamente
Como um ser batendo à porta
Insistentemente a lembrar-me
O quanto é gostoso amar
Se ter liberdade para amar
Os sentimentos reorganizar
Levantar os olhos e voltar enxergar
E me determinar- sofrer nem pensar!


22-10-2007
fama
fama
Enviado por fama em 22/10/2007
Reeditado em 11/04/2016
Código do texto: T704901
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fama
Fortaleza - Ceará - Brasil
352 textos (16964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:16)
fama