Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paredes Douradas

As paredes são testemunhas de longos discursos
Uma platéia perfeita para minha loucura cotidiana
Elas não opinam, não divergem, não se manifestam
Ótimas companheiras de delírios em líricos versos
Quando rimo loucuras ricas elas não aplaudem
Mas o silêncio é a maior expressão da honesta opinião
São infinitos trajetos que transformo em palavras
Descrevo uma permanente viagem pelo desastre astral
Não sou acusada e nem acuada, tampouco currada
Há entre nós cinco um vínculo de diário da mediocridade
Entre nós, minha visão é a única totalmente compatível
Não vou negar que há uma química que rola e rola solta
Não vou negar, aprecio a platéia submissa ao meu labirinto
Não há pão de mel, que por caso eu detesto sem um bom motivo
Com minhas paredes eu me entendo e muito bem entendida!
Rose Stteffen
Enviado por Rose Stteffen em 22/10/2007
Reeditado em 23/04/2011
Código do texto: T705565
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rose Stteffen). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Stteffen
São Paulo - São Paulo - Brasil
1305 textos (175764 leituras)
11 áudios (1629 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:44)
Rose Stteffen