Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem que eu quis

Quis tanto fazer desse homem alguém...
Mas ele não quis.
Alguém além do grande homem que ele é
Para continuar ao meu lado.
Para continuarmos a nossa historia de amor...
Para juntos vermos crescer o nosso fruto...

Quis tanto fazer desse homem alguém...
Tantas vezes ele me embriagou de amor
Em seu trono, e tantas vezes me fez rainha,
Acreditando quando ele dizia
 “Você é só minha, mainha, rainha...”
E eu realmente fui...Porque era tudo o que queria.
Ser sua mainha, sua rainha...

Pobre rei... Tão rico de amor
Mas nada disso ele sabia.
Não sabia de sua grandeza
E sempre se disse ser ninguém

Eu louca, embriagada na cachaça do seu ser,
Nunca consegui fazê-lo enxergar...Enxergar-se...
Será que como amante, soube verdadeiramente amar?
Será que como amante, eu não teria que perdoar?
*Mas eu vivi por mim, vivendo por ele,
Éramos dois colibris.

E na tentativa de dar outra chance
Atendendo ao teu pedido,
Mas uma vez ele não enxergou
Será que como amante eu deveria dizer:
-- Estou te dando outra chance?

Eu queria que ele se sentisse alguém
Pela sua própria vontade de ser
E não por saber da chance que eu dei
Para novamente me ter...
Ele? Continua se sentindo ninguém...



*Lembrando meu texto (cuidarei de ti, viverei por ti) RL 11/04/07
Rita Santiago
Enviado por Rita Santiago em 23/10/2007
Código do texto: T706747
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rita Santiago
Salvador - Bahia - Brasil
186 textos (7083 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:41)
Rita Santiago