Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vasos e sonho



Orvalho são gotas de sonho
Suadas na sede do lírio
Sedentas no líquor manhã
Saciada no teu corpo deleite

Teu bem, me quer
Tanto quanto te quero bem
Enfeitas meu desolado jardim
Daninhas, ai de mim sem tuas mãos jardineira

No canto como um vaso vazio
Sem ti sinto frio em pleno calor
Arfo minha visão miragem
Penso ser coragem estar só para não sentir dor

Coração de arrancadas raízes
Decepado rebento
Retoma minha vida cigana
Arranja-me, sou teu ikebana

Planto-me à tua espera
Primaverou botão sequioso
Sorveu pétala teus raios
Hoje renasço
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 24/10/2007
Código do texto: T707602
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 60 anos
199 textos (8590 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 23:35)
leandro Soriano