Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É hoje estou

Limoeiro não sou mais

Aliás nem tinha sido algum antes

Posso me considerar uma limonada

Com o mel da flores

Jamais o açúcar que traz o mal

Limão verde e azedo

Com água pura da fonte mais límpida

Da árvore mais frondosa

Vem o azedinho do meu humor

Rico em saúde e regado pelo verde da esperança

O verde da natureza é o meu limão

Minha limonada

Limonada eu sou

Limão, mel e amor

Débora Costa
Enviado por Débora Costa em 25/10/2007
Código do texto: T709059

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Costa
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 41 anos
24 textos (1253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:19)
Débora Costa