Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HIBERNAÇÃO

HIBERNAÇÃO


Enclausurei meu coração
Numa caverna sombria
Jaz-se noite; nunca o dia
Vem comigo habitar

Escolhi a frienta solidão
Como única companhia
Para que fingir a alegria
Se meu intimo é sofrer?

Abafado por seu desamor
Nenhuma fagulha restou
Meu coração se congelou

Em hibernação agora estou
Não quero sentir mais a dor
Das fendas do solitário amor
GILSON G SANTOS
Enviado por GILSON G SANTOS em 25/10/2007
Código do texto: T709178
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILSON G SANTOS
Cubatão - São Paulo - Brasil, 50 anos
1330 textos (123560 leituras)
2 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 20:58)
GILSON G SANTOS