Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esperança

Oh doce arte é imaginar!
Suava é tua ação
E se faz de cruel e pagã
E se faz de amiga irmã
Perversa me mata também
E por mim caminho os passos
E por fim mente meu traço
E inventa meu castelo
Ilusão da minha mentalidade
Devaneio da foice quebrada
Não me esclarece
Mas me difama
Talvez me disfarça
Porém não se esqueça
Emoldure meu sorriso gentil
E enquanto finges criança
Eu me aprumo e assanho
E tu dizes que me ama.
(modificação de 16.08.04)

Adrianna
Enviado por Adrianna em 26/10/2007
Reeditado em 14/07/2009
Código do texto: T710305
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adrianna
São Paulo - São Paulo - Brasil
121 textos (7613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 02:16)
Adrianna