Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recife de enCANTOS!

 



Recife de belos corais.
Melhor vista dos litorais
Dos ferros no Mercado de São José.
Das palafitas na maré.

Recife de alfaia, sanfona e rabeca.
Da luta e resistência do Frei Caneca.
Dos ideais de Joaquim Nabuco.
Cidade luz de Pernambuco.

Recife que não para.
Terra que não se cala.
Capital do leão do norte.
Protegida com canhões nas pontas do forte.

Do toque dos tambores silenciosos.
Com muitos fevereiros saudosos.
Dos passos plásticos do frevo.
No meio do pátio de São Pedro.

Recife Novo e Antigo.
Do Teatro Santa Isabel.
Da Praça Chora Menino.
Do comércio na Rua do Rangel.

Recife da velha Rua Nova.
Dos jardins da Praça do Arsenal.
Para as paradas da Aurora.
As ruas lavadas depois do carnaval.

Das pontes que contam sua história.
Refletida nas águas a baixo da Ponte Giratória.
Com o galo na Ponte Duarte Coelho.
Aos seus pés, milhões de foliões desde cedo.

Contada nos versos de Nelson Ferreira.
Cantada nas músicas de Capiba.
Aclamada por Manoel Bandeira.
No passar de blocos na Boa vista.

De Chico Ciência e Fred 04
Chamando Salustiano para o palco.
Depois chegaram Alceu, Otto e Lenine.
Para juntos fazerem arte no cine.


Do cheiro de pipoca no São Luís.
Na parede o cartaz com o ator e atriz.
Recife do extinto Cine - Veneza.
E de outros que faliram deixando tristeza.

Do Tricolô do Arruda, onde sua torcida delira.
Acontece o mesmo com o Sport lá na Ilha.
Também do Clube Náutico Capibaribe.
Formando a trinca de ouro do grande Recife.

Recife da sabedoria dos seus poetas.
Dos majestosos metais de suas orquestras.
De pontos e cantos de beleza mil.
Recife, bela obra no Brasil.


Dhiogo Rezende.
chokito
Enviado por chokito em 13/11/2005
Código do texto: T71180
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
chokito
Recife - Pernambuco - Brasil, 32 anos
4 textos (157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:54)
chokito