Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lugares

No banco, em casa.
Na água, na porta, senti.
No ônibus, no barco, na praça.
Um dos maiores amores que vi.

No dia, na quadra,
Seus olhos eu vi,
Naquele dia tomei suas asas
Sem direção voei, e depois as devolvi...

As asas que te dei foram de fato usadas
Você voou pra longe e eu nem percebi...
Meus olhos de ira, brilharam em brasas
Depois , vivendo morri.
                                                         (Polyana Domingues)
Polyana Domingues
Enviado por Polyana Domingues em 27/10/2007
Código do texto: T711911

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Polyana Domingues
Rio Branco - Mato Grosso - Brasil, 24 anos
36 textos (1650 leituras)
1 áudios (55 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 01:02)
Polyana Domingues