Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALSO SONETO DE UM FALSO AMOR

Cada sorriso teu se faz guerra: é um canhão
Algoz, mirado pra me derrubar
E todo olhar teu me engana: é ilusão
Pronto pra me desarmar

Sinto teu abraço... e logo me vem teu cheiro
Parece o momento onde a pedra de David
Acerta Golias, golpe certeiro... perfeito
Algo mágico que me leva daqui

Fingiu me dar teu coração
Grande e falso, presente de grego
E como Tróia, morri na ilusão
De um dia ter teu amor, o teu respeito

Todas as noites me vejo aqui
Com fonte interminável de inspiração
Escrevendo de um falso amor que vivi
E procurando na insônia a salvação.
Acácio Véras jr
Enviado por Acácio Véras jr em 27/10/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T712315

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Acácio Véras Jr, www.acacioverasjr.multiply.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Véras jr
Teresina - Piauí - Brasil, 32 anos
56 textos (2270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:30)
Acácio Véras jr