Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Balzaquiana

No lugar das flores da primavera
Vejo folhas secas de um outono sem frutos,
pois repleto de invernos são meus dias.

A alegria infantil tornou-se pranto,
das dádivas que são apenas agonias.
Silencio e grito; acalmo e esbravejo.
Paro! Não fico mais aqui!

Essas escolhas não foram minhas
meus sonhos não anseiam esses caminhos.
Que idéia! Conviver com tantos espinhos.
Me recuso, deixo para outros essa emoção

Quero o dom de uma nova aurora,
poder fazer versos como outrora,
acreditar nas coisas do coração.
Rosana Rogeri
Enviado por Rosana Rogeri em 27/10/2007
Código do texto: T712771

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosana Rogeri
Campinas - São Paulo - Brasil
100 textos (5017 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:53)
Rosana Rogeri