Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Afasta os Estranhos de Ti

Afasta os estranhos de ti,
Não escutes as vozes de quem não conheces.
E molda o teu rumo
Com a arte que só tu podes dar.

Já pensaste no dia novo que virá amanhã?
O quanto a tua rotina podes mudar
E criar algo que te preencha
E que te dê o sentido da vida?

Não te prendas nos abraços de estranhos,
De quem quer roubar-te a alegria e a coragem.
De quem escurece os teus dias
E que apenas te mostram o mundo como miragem.

Afasta essas vozes desconhecidas de dentro de ti
Deixa-as desaparecer como que o vento as soprasse.
E aproveita novos ares, novas cores
Que te complementarão para novos desafios.

Repara na vida que passa
E que espera pela tua presença,
Que é única, indispensável,
E valiosa para completar o cenário real.

Afasta os estranhos do teu pensamento,
Não precisas deles para saber o teu rumo.
Precisas somente abrir o teu coração,
Irradiar amor, coragem e alegria.

Não queiras alguém a comandar o teu destino
E a fazer-te caminhar para um abismo sem retorno.
Afasta todas essas vozes estranhas que fazem-te morrer,
E liberta a tua alma, pois de novo estarás a viver.
João Filipe Ferreira
Enviado por João Filipe Ferreira em 28/10/2007
Código do texto: T713454

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Filipe Ferreira
Portugal, 37 anos
217 textos (13977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:15)
João Filipe Ferreira