Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ferida

Ele não caiu.
Quem caiu, fui eu.
Ferida fiquei.

Tetita


Ferida, mas viva ainda

Ele executou-me sem piedade
Não pensou em meu sofrer
Caiu como predador sobre a presa

Quem capitulou fui eu, ante a iniqüidade.
Caiu o eterno sonho de bem querer
Fui aniquilada...Restou ínfima chama acesa.

Eu busquei na esperança, felicidade.
Ferida, recusei-me a fenecer.
Fiquei latente...Há renovação na natureza...

Tetita/Denise Severgnini

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 28/10/2007
Código do texto: T713883

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
11345 textos (923887 leituras)
16 áudios (8888 audições)
311 e-livros (34206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:37)
Denise Severgnini