Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

KAOS LATENTE

       NUM DIA DE ANO COZIDO
     O CUSTO DA MESA POSTA
   ALEGRIA TATUADA NO ROSTO
  DA COMUNHAO QUE É O NATAL
   PRESENTE DE DOR E COISINHA PELUDA
    A FELICIDADE ESTAMPADA NO ROSTO
     VIVA O NATAL, É NATAL!!ENTAO É NATAL..

   E QUE EU TENHO COM ISSO
  NADA MUDA PRA MIM,PRA ELE TAMBÉM NAO.
   SÓ AS PAREDES DO MEU QUARTO PODEM ME
                                  [INCRIMINAR]
    SÓ QUERO O BEM DA HUMANIDADE,E O SEU...

       FORA ISSO SOU SOLTO,E ADMIRAVEL
     SOU O CONTRARIO DE TUDO ISSO
   O CONTRARIO DE QUALQUER COISA
     QUERO O BEM DA HUMANIDADE E A SUA...

          SOU SOZINHO,E DEPRIMIDO
         MAS COMPRIMO MEUS SENTIMENTOS
        E ME LIVRO DE TODOS NUM SÓ TIRO
       A QUIMA ROUPA DO PAPA
      ACEITO O BEM DA HUMANIDADE...

     MAS QUE MILAGRE É ESSA MASSA
      DE LUTAS POLÍTICAS DE TOMATES SECOS
       AMEAÇADA PELAS EMPRESAS MULTI-NAZISTAS-AMERICANAS
        QUE QUER O BEM DA HUMANIDADE E O SEU...


   P
   O
   E
   T
  MALDITOS
   S
POETA MALDITO
Enviado por POETA MALDITO em 14/11/2005
Reeditado em 14/11/2005
Código do texto: T71430
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA MALDITO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
23 textos (1491 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:05)