Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" PERGUNTA "




              Hoje acordei mais poeta que contador.
              Minhas mãos anseiam o que a cabeça pensa:
              - Papel, caneta, versos, meu amor ...
              Turbilhões de versos derramam-se
              molhando
              minh'alma,
              calma,
              imagem descolorida, velada,
              refletida no vidro sobre a mesa ...
              Será o sepulcro do homem das contas ?
             


                                                             27.10.2007
Poe
Enviado por Poe em 29/10/2007
Código do texto: T715172
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poe
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
483 textos (18090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:14)