Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOMBRA

                        A SOMBRA
 A  ilha como coração, cercadas e banhadas por águas temperadas,
Ou amargas?
Lá fora o vento empurra a porta,
A luz bate na parede, e minha sombra dorme no canto.
Há uma janela aberta,
Que sustem os tijolos e os tijolos meus pés descansam.
Crianças vão correndo pelo campo, e um escorpião me sorrir.
O chapéu branco na parede pede o respeito,
esse dia será dolorido, como os dias da virgem.
Um prego pode gangrenar m” vida,
E um homem de carne virar plástico.
Meu Deus e agora,
revivo o juramento que fiz perante o juiz?
Ela sempre me faz pedir desculpas nas trilhas da floresta ruiva.

Ricardo Portero
Enviado por Ricardo Portero em 29/10/2007
Código do texto: T715363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citeo nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Portero
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4669 textos (93429 leituras)
2 e-livros (123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 01:33)
Ricardo Portero