Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilusão

Enganei-me quando achei que você queria me amar.
Acreditei que houvesse paixão no seu olhar.
Ilusão! Pura ilusão, pensar que era paixão.
Lutei para que fosse verdade,
Acreditei nas mentiras que eu mesma inventei.
Vivi os sonhos que só eu sonhei.
Não foi um sonho a dois...
E aguardei o sofrimento, pois foi isso que veio depois.
Eu te amei, e você?
Você só me queria bem, foi meu amigo.
No seu coração encontrei um abrigo
E não um lugar pra morar.
Você não foi o culpado da minha desventura.
Eu me enganei, achei que fosse amor o que era uma loucura.
Não! Eu não te culpo, nem te repreendo.
Sofro e choro, mas um dia aprendo.
Aprendo que não devo amar um olhar,
Que não posso acreditar em ilusões,
Que não posso colocar a esperança em instantes ou momentos,
Que não devo imaginar a partir do que vejo,
Que não é amor um simples desejo.
Aprendo que não posso confiar no coração,
Se a razão diz que não.
Que não posso viver na esperança de um dia,
Transformar alegria em melancolia.
E que querer não é poder,
Desejo não é paixão,
E um amor sentido por um
É só uma ilusão...

Teresina, 20 de abril de 07


Poesia e Paixão
Enviado por Poesia e Paixão em 30/10/2007
Código do texto: T716163

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poesia e Paixão
Teresina - Piauí - Brasil, 31 anos
46 textos (21450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:19)
Poesia e Paixão