Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navio fantasmah...

Olhe o pântano
sua alma amedrontada
nos guindastes frios
sombrios conteiners de nada,...
só tumbas de ilusões

Trabalham quimeras
escravizadas, dissolvidas
do grande sol
se fez abajur, judas,...
traiu suas intenções

Guardado numa arca velha
aqui jaz seu self, algemado
empoerado com seus sonhos, no porão
de medo, seu navio fantasma

Como túmulo, apodrecem suas idéias
na mente, por w.o. goleado
deixado à tempestade, seu timão
à sorte o leva pro nada
Cristiano Nadai
Enviado por Cristiano Nadai em 31/10/2007
Reeditado em 31/10/2007
Código do texto: T717467

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cristiano Nadai
Promissão - São Paulo - Brasil, 29 anos
28 textos (2333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 04:40)
Cristiano Nadai