Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prostração



Arranco do coração punhal cravado
A dor dilacera a alma
O amor esvaísse em corrente
Estancar impossível foi-se o momento...

Cambaleante atravessa o tempo
Cicatriz profunda rasga o peito
No deserto em desalento
Caminha nos braços da amargura.

Nas noites frias de inverno
Pontadas finas atiçam as feridas
Latente saudade teima acasalar
O desamor estéril hiberna...

O verão desponta todo prosa
A felicidade gargalha
Meu coração agora sangra...
Desfalecido sentimento enclausura-se.


 Jamaveira


Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 31/10/2007
Código do texto: T718049
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 63 anos
1943 textos (98263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 12:58)