Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Música

Você, cantor, que da esperança faz seu rumo
Você, que mesmo repleto de motivos para chorar, ainda busca um pretexto para sorrir,
Aprendiz da vida e mestre também, seta que indica o caminho e o bem.
Onde aprendeste essa canção, que te deixa cada vez mais harmonioso?
Em qual escola ensinam esse cantar tão cheio de paz, que posso ouvir no silêncio, mas que é intenso?
Cantor, não consigo emitir nenhum som.
Poeta, não entendo a razão do sofrimento, quero aprender, mas acho que não consigo,
Tento lutar, mas logo desisto.
Então vou dizer, não posso cantar como você,  meu peito não para de doer.
Minha gargante fecha,  a vontade é de silenciar, o meu braço cruzar, mas aprendi de você que a canção não deve ser esquecida,
Que de música e música é construída a vida.
Empresta-me então tua inspiração e, mesmo desafinada, vou arriscar e cantar...
Até essa lágrima secar.
gelbatere
Enviado por gelbatere em 31/10/2007
Código do texto: T718345

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
gelbatere
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
64 textos (1457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 16:49)
gelbatere