Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Eu Ando Tão Sem Prazer..." = Humor temporáriamente sem erotismo=

Eu ando agora tão sem prazer...
Depois daquela dor tão porreta
Não sei como foi me acontecer
Apertei meu pingolim na gaveta

Culpada disso foi minha mulher
Que vive sempre me apressando
Tenho que ser rápido se ela quer
Se fica lá de baixo me chamando

Da primeira gaveta, cueca peguei
Da segunda foi só uma camiseta
Sem ver o que fazia eu a fechei
E foi então que a coisa ficou preta

O meu pobre companheiro de luta
Duramente golpeado no pescocinho
Mostrou que é mesmo um batuta
Doeu demais, mas ficou inteirinho

Eu ando agora tão sem prazer...
Esperando sua plena convalescença
Com medo do que vai me acontecer
Se ele criar comigo uma desavença



Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 01/11/2007
Código do texto: T719406

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (191015 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 17:21)
Fernando Brandi